26 abril 2007

Refúgio das Patinhas

Tenho uma amiga que, quando faz anos, pede que as suas prendas sejam sacos de ração para cães que ajudem a suportar as despesas de alimentação de dezenas (centenas?) de animais! Também consegue, voluntariosamente, mesmo quando não há festividades que o justifiquem, 'cravar' tábuas para construir casotas, dinheiro para esterilizações, roupas velhas para aconchego, enfim, tudo o que permita dar mais qualidade de vida aos cães ao seu cuidado. Se estes foram abandonados e desprezados ela, invocando forças que na maior parte das pessoas não reconheço, consegue resgatá-los de duas das maiores misérias a que qualquer animal pode ser sujeito: a invisibilidade e o esquecimento! Fá-lo com ternura apaixonada, com dedicação, revoltando-se pelas injustiças, com abnegação e alguma obsessão (mas sejamos francos, de que vale a paixão se esta não estiver presente?).

Essa minha amiga participa no Refúgio das Patinhas! Vejam, informem-se e colaborem na medida das vossas possibilidades!

Parabéns pelo vosso trabalho!!!

2 comentários:

Helena disse...

Força nessa luta e obrigada!!!

Ainda vamos mudar o MUNDO!!!

luar disse...

Talvez em 2050 os animais sejam encarados como membros da família, como crianças!

Talvez em 2050, nas ruas das nossas cidades e aldeias deste Portugal, não se aviste um animal abandonado ou maltratado!

Talvez em 2050, os donos que abandonem e maltratem animais, sejam punidos por lei!

Talvez em 2050, o trabalho árduo que fazemos todos os dias de luta contra o abandono animal, seja reconhecido!

Até lá... continuamos juntos nesta luta!

Força Refúgio das Patinhas!
(*